TOP 5

TOP 5: Poetas Brasileiros

Olá pessoal!

No post de hoje vamos fazer nosso TOP 5: Poetas Brasileiros.

São tantos poetas maravilhosos que fica difícil escolher apenas 5 ♥

 

1 – Vinícius de Moraes

Vinicius.jpg

Marcus Vinicius da Cruz e Mello Moraes, nasceu no dia 19 de outubro de 1913 no Rio de Janeiro e morreu no dia 9 de julho de 1980, aos 66 anos.

Apelidado de “O Poetinha”, Vinícius foi poeta, letrista, ensaísta, diplomata, dramaturgo. Se tornou uma figura importante na moderna música brasileira e literatura.

 

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

 

2 – Ferreira Gullar

Resultado da imagem

José Ribamar Ferreira, nasceu no dia 10 de setembro de 1930 no Maranhão e morreu no dia 4 de dezembro de 2016 aos 86 anos.

Foi poeta, crítico de arte, biógrafo, tradutor, memorialista e ensaísta. Foi um dos fundadores do neoconcretismo e ganhou vários prêmios, como o  Prêmio Machado de Assis (2005) e o Prêmio Camões (2010) entre tantos outros.

 

turvo turvo
a turva
mão do sopro
contra o muro
escuro
menos menos

menos que escuro
menos que mole e duro
menos que fosso e muro: menos que furo
escuro
mais que escuro:
claro
como água? como pluma?
claro mais que claro claro: coisa alguma
e tudo
(ou quase)
um bicho que o universo fabrica
e vem sonhando desde as entranhas
azul
era o gato
azul
era o galo
azul
o cavalo
azul
teu cu
tua gengiva igual a tua bocetinha
que parecia sorrir entre as folhas de
banana entre os cheiros de flor
e bosta de porco aberta como
uma boca do corpo
(não como a tua boca de palavras) como uma
entrada para
eu não sabia tu
não sabias
fazer girar a vida
com seu montão de estrelas e oceano
entrando-nos em ti
bela bela
mais que bela
mas como era o nome dela?
Não era Helena nem Vera
nem Nara nem Gabriela
nem Tereza nem Maria
Seu nome seu nome era…
Perdeu-se na carne fria
perdeu na confusão de tanta noite e tanto dia

 

3 – Olavo Bilac

Resultado da imagem

Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac, nasceu no dia 16 de dezembro de 1865 no Rio de Janeiro, e morreu no dia 28 de dezembro de 1918 aos 53 anos.

Foi Poeta, jornalista e tradutor. Participou do movimento literário Parnasianismo e seus trabalhos mais notáveis foram as suas Poesias e o hino da bandeira brasileira.

Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto…

E conversamos toda a noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: “Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?”

E eu vos direi: “Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas.”

 

4 – Carlos Drummond de Andrade

Resultado da imagem

Carlos Drummond de Andrade, nasceu no dia 31 de outubro de 1902 em Minas Gerais e morreu no dia 17 de agosto de 1987 aos 84 anos.

É escritor do estilo modernista, considerado por alguns como o maior poeta brasileiro de todos os tempos.

 

E como eu palmilhasse vagamente
uma estrada de Minas, pedregosa,
e no fecho da tarde um sino rouco

se misturasse ao som de meus sapatos
que era pausado e seco; e aves pairassem
no céu de chumbo, e suas formas pretas

lentamente se fossem diluindo
na escuridão maior, vinda dos montes
e de meu próprio ser desenganado,

a máquina do mundo se entreabriu
para quem de a romper já se esquivava
e só de o ter pensado se carpia.

Abriu-se majestosa e circunspecta,
sem emitir um som que fosse impuro
nem um clarão maior que o tolerável

pelas pupilas gastas na inspeção
contínua e dolorosa do deserto,
e pela mente exausta de mentar

toda uma realidade que transcende
a própria imagem sua debuxada
no rosto do mistério, nos abismos.

Abriu-se em calma pura, e convidando
quantos sentidos e intuições restavam
a quem de os ter usado os já perdera

e nem desejaria recobrá-los,
se em vão e para sempre repetimos
os mesmos sem roteiro tristes périplos,

convidando-os a todos, em coorte,
a se aplicarem sobre o pasto inédito
da natureza mítica das coisas.

 

5 – Cora Coralina

Image result

Ana Lins dos Guimarães Peixoto, nasceu no dia 20 de agosto de 1889 em Goiás Velho e morreu no dia 10 de abril de 1985 aos 95 anos.

Foi poeta e escritora de prosa, é considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras e seu primeiro livro foi  Poemas nos Becos de Goiás e Estórias Mais,  publicado em junho de 1965.

 

Coração é Terra que Ninguém Vê – Cora Coralina

Quis ser um dia, jardineira
de um coração.
Sachei, mondei – nada colhi.
Nasceram espinhos
e nos espinhos me feri. 

Quis ser um dia, jardineira
de um coração.
Cavei, plantei.
Na terra ingrata
nada criei. 

Semeador da Parábola…
Lancei a boa semente
a gestos largos…
Aves do céu levaram.
Espinhos do chão cobriram.
O resto se perdeu
na terra dura
da ingratidão 

Coração é terra que ninguém vê
– diz o ditado.
Plantei, reguei, nada deu, não.
Terra de lagedo, de pedregulho,
– teu coração. Bati na porta de um coração.
Bati. Bati. Nada escutei.
Casa vazia. Porta fechada,
foi que encontrei…

 

Comentem se vocês já conheciam ou se já leram alguma obra desses poetas ♥

Anúncios

2 comentários em “TOP 5: Poetas Brasileiros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s